468x60delivery.gif
prefeitura 07.jpg

PROJETO VOLUNTÁRIO “QUADRADINHOS DO AMOR” VAI AQUECER MAIS DE 70 BEBÊS

Idealizadora do projeto, a primeira dama Joana Darc Bono Garcia, agradeceu as pessoas que fizeram a doação de lãs e a equipe voluntária de tricoteiras

Cogecom,

14/06/2021 às 16:31 • Atualizada em 14/06/2021 às 16:40

Divulgação

Trinta dias após dar início a 13ª edição do projeto voluntário “Quadradinhos do Amor”, idealizado pela primeira dama Joana Darc Bono Garcia, foi realizada a cerimônia de entrega de mantas para bebês, cujas mães participam da “Oficina dos Sonhos”, realizada na Casa da Gestante, através da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social.

A entrega de mais de 70 mantas foi transmitida ao vivo através do facebook da Prefeitura de Nova Andradina, na tarde desta segunda-feira (14). A cerimônia contou com a presença do prefeito Gilberto Garcia, vereadora Gabriela Delgado, vereadores Fábio Zanata e Wilson Almeida, secretário Hernandes Ortiz, diretora presidente da Funac, Ana Lucia Ferreira Vasconcellos, representante da Loja Maçônica Obreiros Ocultos, equipe de voluntárias que ajudaram na confecção dos quadradinhos, mães e bebês.

A solenidade começou com o depoimento de duas mulheres que abraçaram o projeto, capitaneado pela primeira dama Joana, desde o ano de 2009.

“Eu tô ajudando com muito gosto, gosto de trabalhar, gosto muito da mulher que trouxe esse trabalho, rezo por ela e peço a Deus que abençoe a todos que irão receber essas mantinhas”, disse Dona Rita, de 97 anos.

“Há 13 anos atrás fiquei sabendo sobre o quadradinho do amor. Aí me falaram pra ir buscar a mantinha na Casa da Gestante, na época. Fui e fiquei muito feliz. Agora, vi a postagem da dona Joana na internet e fui até a casa dela para poder ajudar na confecção. Eu estou aprendendo com ela e fiquei feliz por me acolher tão bem. Eu comecei e não sabia como tinha tanta gente com ela nessa caminhada. Vamos aquecer muitos corações. A cobertinha que me ajudou, vai ajudar muitas mães com seus filhos neste frio”, completou Gleice. 

A secretária Julliana Ortega demonstrou gratidão a todas as pessoas que ajudaram com as doações de materiais, dinheiro ou simplesmente com seu trabalho, sua solidariedade. “É um momento muito feliz. Este projeto soma ao trabalho desenvolvido com as equipes do CRAS. Temos hoje a Casa da Gestante, onde as mães são encaminhadas para a Oficina dos Sonhos, recebem atendimento de fisioterapia, nutrição, saúde, e as mães confeccionam os próprios enxovais dos bebês”, declarou Julliana, e completou:

“Você é uma primeira dama atuante, que abraças as causas comigo, minha co-pilota, digo isso porque está sempre preocupada com o próximo e participando das ações da secretaria”.

 

Orgulhoso do trabalho realizado pela esposa, o prefeito Gilberto Garcia disse que o trabalho voluntariado é o mais importante, porque demonstra a participação e o engajamento da sociedade. “Não é o valor financeiro, é o ato em si que tem muito mais valor do que comprar cobertores para as famílias. É o calor, a emoção, de cada um que participou, que deu sua contribuição”, ressaltou o prefeito.

Foram arrecadados quase 1500 novelos, cada novelo 2 quadradinhos que formaram mais de 70 mantas em 30 dias, com apoio de uma equipe de quase 50 tricoteiras. Emocionada, Joana Darc contou a história sobre o início do seu projeto, desde o primeiro mandato do prefeito Gilberto Garcia.

“Começamos no dia 11 de maio, todos os dias em casa produzindo as mantinhas. Quase 300 quilômetros de lãs, muita gente que fez suas doações e nos ajudou a fazer 75 mantas. Fica a minha gratidão a todas as pessoas que estiveram ao meu lado ajudando na realização desse projeto. Quadradinho do Amor feito com as mãos para aquecer corações. Estou muito realizada, muito feliz, porque não sou eu, Joana Darc, mais todos que acreditaram e fizeram acontecer”, comentou.

 

Outras entregas estão programadas, inclusive no distrito de Nova Casa Verde.

   

AÇÃO SIMBÓLICA NO OBELISCO VISA CONSCIENTIZAR SOBRE FEMINICÍDIO

Cogecom,

15/06/2021 às 12:24 • Atualizada em 15/06/2021 às 12:29

William Gomes

 

“Combater o feminicídio tem a ver com todos nós”, “Nossas vidas importam”, “Juntos podemos combater o feminicídio”, “O mundo que a gente quer não tem violência contra mulher”.

Esses são os dizeres de algumas placas que foram fixadas na rotatória do Obelisco no cruzamento das avenidas Eurico Soares Andrade e Antonio Joaquim de Moura Andrade com o intuito de conscientizar a população sobre o tema do feminicídio.

“A escolha da rotatória foi estratégica, pois é um lugar de grande circulação e que dá uma grande visibilidade às placas. Estamos trabalhando em duas frentes: amparo às mulheres vítimas de violência e a conscientização da sociedade para o problema”, afirmou a secretária.

A ação simbólica contou com a presença da secretária Julliana Ortega, vereadora Gabriela Delgado e o vereador Josenildo Ceará, delegada titular da DAM, Daniela Nunes de Oliveira, equipe técnica e de apoio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para a Mulher.

Por último, foi promovido um ato de encerramento no Paço Municipal com a participação do prefeito Gilberto Garcia, secretários municipais e funcionários públicos, onde todos fizeram questão de serem fotografados com as placas em mãos, mostrando que não compactuam com a violência contra a mulher. 

Dados estatísticos sobre feminicídio no estado de MS

De 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2020, o Estado de MS registrou 39 casos de feminicídio.

O número representa a maior alta desde 2016, primeiro ano completo em que o crime de homicídio contra mulheres em situação de violência doméstica passou a ser contabilizado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de forma separada dos outros assassinatos.

prefeitura 08.jpg